Na terra dos Land Rovers foi um Jeep o herói do dia

Aconteceu recentemente, no País de Gales: na terra dos Land Rovers foi um Jeep o herói do dia! Tinha caído um enorme nevão e as estradas rapidamente tornaram-se intransitáveis. Até parecia Portugal: quando cai um nevão na Serra da Estrela e a primeira notícia é a que anuncia que as estradas foram fechadas ao trânsito. Neste caso, a informação não chegou a tempo de evitar enormes congestionamentos.

O caso que aqui contamos passou-se em Saint Austell, na Cornualha. Uma ambulância, que transportava um doente a caminho do hospital, ficou retida num desses imprevistos engarrafamentos. O pior é de tudo é que à frente da ambulância estava um enorme camião, que não conseguia mover-se na neve.

Mark Blessed não deixou de reparar nesta situação. E mais do que pensar, decidiu tomar a iniciativa. Foi buscar o seu “velho” Jeep Wrangler. Tratava-se de um modelo de motor V6 a gasolina, com 20 anos. E este galês conseguiu o que ninguém pensava possível…

Puxar um camião com 40 toneladas

Depois de atar um cabo de reboque ao camião, Mark foi puxando o camião. Carregado com 40 toneladas de carga, o enorme camião estava como que colado ao chão. E o piso coberto de neve estava longe de ajudar a tornar a manobra bem sucedida.

Apesar do frio, os espectadores foram-se concentrando à volta, para assistir, algo incrédulos, a este desafio. A persistência de Blessed e as redutoras do Wrangler foram mais fortes que a neve. E assim que o camião começou a mover-se, foi num instante que o caminho ficou desimpedido.

Em minutos, a ambulância prosseguiu a sua marcha de emergência para o hospital. Mas Mark Blessed permaneceu no local, onde ajudou dezenas de automobilistas a sair da neve.

A atitude de Mark não passou despercebida e inúmeras pessoas ligaram para uma estação de rádio local a dar conta do sucedido. Sem o imaginar, o condutor deste Jeep tornou-se herói por um dia. De tal modo que acabou mesmo por ser convocado para uma homenagem pública. E até a filial britânica da Jeep soube deste acto, associando-se simbolicamente à homenagem. Mark dispensava quaisquer celebrações, mas o seu exemplo mereceu-o. E demonstrou o quanto um jipe, ou simplesmente um Jeep, pode ser útil numa situação de emergência…

Texto: T.T.

Foto: D.R.

Comentar

Navigate