Os motores já aquecem em Angola para nova prova

Os desportos motorizados são uma velha paixão que se vive intensamente por terras de Angola. Mesmo nos anos duros das duas guerras, a colonial e a civil, nunca deixou de haver corridas neste país. E hoje, o entusiasmo é de novo crescente e os motores já aquecem em Angola para nova prova: o Rali TT ROX do Dande!

Vai-se realizar no próximo domingo e será a segunda prova do Campeonato Angolano de Rali Raid. As inscrições para o Rali TT ROX do Dande terminam hoje mesmo e a expectativa é enorme. Sobretudo porque na prova inaugural desta temporada, o Rali TT de Malange, a participação foi reduzida.

Em Malange, os concorrentes tiveram de enfrentar um percurso de 116 quilómetros. Foram duas passagens por um prólogo de 8 km e quatro por um troço de 25 km. E se a distância foi curta, as dificuldades, essas foram imensas: é o que nos recorda João Coimbra. “Entre a primeira e a segunda etapas caiu uma chuvada tropical muito forte. A cortina de chuva era tão espessa que não se via nada. Decidimos, por segurança, alargar o intervalo. E bastou meia hora além do previsto, para que o percurso ficasse praticável”, explicou este elemento da organização.

Novo percurso de 150 km na Província do Bengo

Ricardo Sequeira - Jorge Monteiro 3
O Mitsubishi Pajero de Ricardo Sequeira e Jorge Monteiro saiu vencedor da prova inaugural do CARR. No domingo, a pressão sobre esta dupla será elevada

Domingo, o Rali TT ROX do Dande terá um novo percurso, desenhado numa zona da Província do Bengo conhecida por Libongos. Há alguns anos, para se chegar lá era obrigatório passar por Caxito, a capital provincial. Agora, a distância desde Luanda é bem mais curta. São apenas 40 quilómetros: graças à abertura de uma nova ponte sobre o rio Dande e da estrada que parte da barra do Dande.

Nos Libongos, as equipas irão descobrir um percurso de 150 quilómetros. Serão 10 no prólogo e depois quatro passagens por um sector selectivo de 35 quilómetros. Pedro Cristina, o responsável pela organização, reviu já esta semana o traçado, que tinha sido afectado pelas últimas chuvas. “Em colaboração com a Habidez e a DPA Comercial, passámos com máquinas em todo o percurso”, explicou Cristina. Antigo piloto, que durante anos dirigiu algumas marcas de automóveis em Angola, nomeadamente a Ford e a Volvo, tornou-se no maior organizador local.

A Ekuipa, como se designa a organização liderada por Pedro Cristina, prevê que o Rali TT ROX do Dande seja muito disputado. “O percurso está muito equilibrado”, garante Cristina, adiantando que “alterna zonas técnicas com outras muito rápidas”. João Coimbra é também antigo piloto, mas de Boeing e Airbus; a ligação às corridas fez dele um dos melhores navegadores de ralis em Angola. A elevada experiência de Coimbra tornou-o num dos comissários mais requisitados nas organizações. “Não se prevê que venham muitos pilotos do sul, mas os de Luanda não irão faltar”, adianta Coimbra.

Land Rover V8 de “Alex” Lopes desafia veteranos

Maló Almeida - João Paulo 3
Um dos maiores veteranos das corridas em Angola é Maló Almeida, que participa no CARR com João Paulo, conduzindo uma Nissan Pick-Up

“Esperamos que venham dois pilotos do Huambo”, diz ainda João Coimbra, para quem será interessante “ver em acção o jovem Alexandre Lopes”. Este piloto de Luanda conta com um Land Rover V8 que ele mesmo “tem vindo a desenvolver com o pai”. Não conseguiu reunir apoios para correr no Malange, “mas agora estará em casa”. “Alex” Lopes é ainda o grande impulsionador do Club Land Rover em Angola. Seguem-no sempre uma legião de algumas dezenas de entusiastas pelos Land Rover e pelo todo terreno.

Enfrentar alguns dos pilotos mais experientes, como a dupla Maló Almeida/João Paulo, é um desafio para jovens como “Alex” Lopes. Isto falando da prova reservada aos Todo Terreno. Porque os motores já aquecem em Angola para nova prova onde também têm lugar as motos e os buggys. Neste último caso, o Rali TT ROX do Dande pontua para o Polaris RZR XP 900 Cup by Trevotech!

José Rocha Polaris (1)
O Polaris de José Rocha lidera o troféu reservado a estas pequenas máquinas, graças à vitória em Malange

1 Comentário

Comentar

Navigate